Hábito de escrita: a solução para muitos problemas mora aqui!

Hábito de escrita

Quando a gente descobre que o hábito de escrita transforma nossa rotina e o desenvolvimento dos nossos projetos, tudo muda.

Eu sempre fui fã de escrever, até por atuar na área em que atuo, mas só percebi o valor desse hábito quando o implementei de forma certeira nos meus dias (acompanhe meus posts no Instagram e no LinkedIn). Para um produtor de conteúdo, sem dúvida, o primeiro passo é se dedicar à comunicação: como conquistar seu público? Como cativá-lo? Afinal, é só por meio da comunicação com a audiência que conseguimos nos conectar com ela. Então, resolvi escrever este post para ajudar quem se sente perdido e não sabe como dar um gás na escrita. E aqui escrita vale para qualquer plataforma, desde mensagens de WhatsApp até conteúdos densos em blogs e Medium.

Por que desenvolver o hábito de escrita?

Se você está se perguntando isso, vou te responder: não é uma obrigação, mas é uma atividade que só nos agrega valor. É muito mais fácil organizar pensamentos, ideias e planos quando conseguimos escrever a respeito. Com certeza também se torna mais fácil entender o que se passa em nossa mente. Se torna visual, sabe? Palpável. Escrever sobre tudo é válido: metas, sonhos, sentimentos, conteúdos específicos, músicas, cartas, poemas, bilhetes… Tudo se torna tema!

Então, nessa linha, sugiro que você escolha um momento do seu dia em que você se sente mais introspectivo, mais calmo, e escreva o que vem na sua cabeça. Exatamente isso: faça um brainstorming de ideias, palavras, frases, trechos de música… Enfim, tudo o que passar pelos seus pensamentos. No momento, pode parecer aleatório, mas esse exercício faz a gente começar a compreender como nossos pensamentos funcionam e se organizam (ou se desorganizam, né? Haha).

Dito isso, acredito que você tenha entendido por que eu sugiro que escreva. Mas por que criar um hábito? Bom, como os tantos livros sobre a temática já dizem, os hábitos têm uma força surreal de mudar nossa vida. E a escrita também tem. Consegue imaginar a transformação que o hábito de escrita pode causar na sua vida? Seja em âmbito pessoal, seja em âmbito profissional, a gente passa a enxergar nossa mente de fora, observar, analisar, ressignificar… E isso não tem preço. É por isso que você deveria (fica a sugestão) criar o hábito de escrita.

Leia também: Como fazer textos criativos sem perder a padronização

Mas como crio o hábito de escrever todos os dias?

O primeiro passo é pensar que você já escreve todos os dias. Mensagens, posts, recadinhos, e-mails… Todo mundo escreve, né? A gente só não dá o devido valor para a nossa escrita muitas vezes. Então, observe as mensagens que você envia. O perfil dos e-mails que você escreve. A linguagem que você usa. O que todos esses textos têm em comum? Aí você começa a perceber sua identidade, seu estilo, do que você gosta, do que não gosta. Depois de observar, escreva sobre sua análise. Escreva o que percebeu sobre sua própria escrita. Pode parecer engraçado, mas é um começo de hábito.

Depois, decida em que formato você quer cultivar seu hábito de escrita. É no bloco de notas no celular? Caderninho específico? Blog? Documento de word? São muitas as possibilidades, mas foque em uma para não se dispersar. Se comprometa a escrever alguma coisa, mesmo que só uma frase, todos os dias. Afinal, um hábito é algo diário, né? Aos poucos, você vai sentindo como isso ajuda a aliviar tensões, a entender o que você sente e pensa, a criar conteúdo mais frequentemente, a descobrir seu estilo de escrita e muito mais.

Você vai ser: esse hábito vai transformar a sua rotina! Logo, logo você vai sentir vontade de escrever mais. Mas, aproveitando, deixo aqui uma dica: pare de escrever enquanto ainda tem vontade de escrever. Deixe aquele gostinho de quero mais para o outro dia. Assim, você não esgota sua energia nem suas ideias numa única pausa para escrever. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *