Como fazer textos criativos sem perder a padronização

Textos criativos

É possível escrever textos criativos sem perder a padronização da marca? Com certeza, é sim! E é bem simples. Continue lendo este post e saiba mais!

TEXTOS CRIATIVOS: COMO FAZER

Você tem uma marca pessoal, talvez tenha uma profissional também ou cuida da marca de outras pessoas. Sem dúvida, a gente precisa de criatividade, mas manter a identidade é primordial nesses casos. Então, o que fazer?

Primeiramente, você precisa identificar quais são os elementos de escrita que compõem a sua identidade e construir um círculo em torno deles

– São palavras-chave?

– Emojis?

– Informalidade ou formalidade?

– Você usa alguma temática específica em todos os textos?

Depois que você listou esses elementos, já sabe que é preciso ser criativo dentro desse círculo, cuidando pra não ultrapassar as barreiras. Assim, o círculo vai servir como uma fronteira para você não avançar e, consequentemente, usar elementos que não correspondam à sua identidade.

Após, você pode se perguntar: mas como ser criativo usando os mesmos elementos?

– Busque sinônimos

– Invertendo a ordem das frases

– Usando estratégias como metáforas, joguinhos, histórias, tópicos…

– Mudando o formato do texto

– Use o elemento surpresa, você prende a atenção quando consegue surpreender alguém

ENCONTRE A IDENTIDADE

Pense que o texto é identidade assim como as cores, o logo… Se você usa sempre tons de verde, não vai, de repente, usar vermelho. Certo?

É essa a lógica com o texto. Então, se é sempre formal, não vai passar a usar gírias, né?

Uma dica muito boa (no meu ponto de vista, é a melhor), é o fato de ler conteúdos de fora da área em que você está habituado e estabelecer relações entre elas.

Fazer analogias com outras áreas é, sem dúvida, uma das melhores formas de pensar e escrever textos criativos a partir de outros ângulos. Você é engenheiro? Leia sobre música. É advogado? Leia sobre esporte. Ou sobre culinária, sobre literatura, sobre matemática… Isso vai abrindo nossos horizontes e  nos possibilita ter inspiração, novas perspectivas e, claro, muita criatividade!

Pra mim, não tem como fugir disso: pratique e teste muito! Você sabe o que é um texto bom, então vá praticando, ou seja, treinando até gostar do resultado. No começo, pode ser até meio exaustivo, mas depois que pega o jeitinho você nunca mais vai fazer um texto de que não goste. Assim, quanto mais a gente desenvolve a nossa escrita, mais vamos despertando o senso crítico, o olhar cauteloso, a habilidade de escrever sempre com criatividade, mantendo nosso estilo, nossa identidade padrão. E isso é essencial para qualquer marca!

Se você quer acompanhar mais conteúdos sobre comunicação, escrita e língua portuguesa, acompanhe também as publicações do Instagram!

Se preferir, você pode assistir ao conteúdo em vídeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *